sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Operação policial apreende drogas e realiza prisões em Jucás

Nesta quinta-feira(25), a delegacia de Jucás, sob coordenação do DPI Sul, e com o apoio das delegacias de Aurora, Mombaça, Tauá, Regional de Iguatu, Regional do Icó, Várzea Alegre, Acopiara, Lavras da Mangabeira, Juazeiro do Norte, Crato, Solonópole, Pedra Branca, Senador Pompeu, Brejo Santo, Saboeiro e Quiterianópolis, deflagrou a operação “VOLGUS”, que significa “facções”, no município de Jucás, dando cumprimento a 20 mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara Única da Comarca de Jucás, em casas e bares, visando o combate ao tráfico de drogas, armas e facções criminosas no município. 

Com a operação, 4 pessoas maiores foram presas em flagrante delito e um menor também foi apreendido em situação de flagrância. 

Jhony Rene Bezerra da Silva, vulgo “RENÊ”, e seu irmão José Constantino Cabral Nego, vulgo “ZÉ NETO MACACO”, foram presos em flagrante por posse irregular de arma de fogo, consistindo em um revólver de calibre .38, com 16 munições de mesmo calibre não deflagradas. 

Antônia Teonolina da Silva Cavalcante foi presa por tráfico ilícito de entorpecentes, em razão da apreensão de um tablete de 154g, acondicionado dentro de um pote de feijão. Foram também apreendidos 4 celulares, uma balança de precisão e um rádio de comunicação. 

O menor J. C. C. S, com 16 anos, foi apreendido com 32 papelotes de maconha, equivalentes a 30g, escondidos no fundo de um sofá, além de uma quantia de vinte reais em dinheiro, e um celular. 

Maria Aparecida Silva do Nascimento, vulgo “PRETINHA”, foi presa com 298g de maconha e 52g de cocaína, além de dois celulares e dois chipes. 

Após os procedimentos, o menor será apresentado no Ministério Público, conforme as disposições do ECA, e os demais serão conduzidos aos estabelecimentos penais respectivos. Participaram da operação 77 policiais civis, distribuídos entre 24 viaturas. 

Durante a operação, um dos alvos, conhecido por “TIM”, fugiu portando uma arma de fogo, não tendo sido possível a sua prisão. 

Iguatu.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário