sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Ataque a Jair Bolsonaro mancha campanha eleitoral

Após sofrer uma facada na altura do abdome durante ato da campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG), o presidenciável Jair Bolsonaro, de 63 anos, “corre risco de vida”, avaliou, no final da noite de ontem, o médico Glaucio Souza, um dos cirurgiões que operou o candidato do PSL. O atentado foi repudiado pelo presidente Michel Temer e pelos demais candidatos. O ministro da Segurança Pública, Raúl Jungmann, pediu um reforço da Polícia Federal na segurança dos postulantes ao Palácio do Planalto e uma investigação rigorosa. 

“Ele está numa situação grave e corre risco de vida, mas tem tudo para sair bem. O prognóstico é muito bom. A expectativa de recuperação é boa. Ele está consciente e já conversou com os filhos. A cirurgia foi muito bem-sucedida”, afirmou Souza. 

Bolsonaro permanecerá no hospital de Juiz de Fora. A equipe médica avaliou o tempo de convalescença de oito a dez dias. Ontem, não havia condições para transferir o militar reformado para um hospital em São Paulo. 

O fato deixou mais imprevisível a eleição deste ano, acrescentando nova variável na disputa , segundo analistas. O atentado seria capaz de mudar os rumos da corrida eleitoral restando menos de um mês para o primeiro turno. A dúvida agora passa a ser quanto ao tempo de recuperação física de Bolsonaro. 

‘A mando de Deus’ 

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Bolsonaro era carregado na região central da cidade quando foi golpeado por seu agressor, identificado como Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, que foi preso. O candidato sofreu um único golpe de faca. 

Oliveira, segundo os policiais militares que o prenderam, afirmou que planejou o ataque contra Bolsonaro. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), ele disse que saiu de casa com a faca para atacar o candidato do PSL “no melhor momento que encontrasse”. O ataque, segundo ele, se deu “por motivos pessoais” que os policiais “não entenderiam”. Disse ainda que fez tudo “a mando de Deus”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário