quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Mais de 10 mil mulheres são vítimas de violência doméstica nos seis primeiros meses de 2018 no CE

O número de casos de violência doméstica no Ceará caiu nos seis primeiros meses de 2018, em relação ao mesmo período em 2017. Ainda assim, as estatísticas da Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS) apontam 10.061 registros de atentados contra as mulheres até o momento em 2018. De janeiro a junho de 2017 foram 11.575 casos, enquanto no ano passado inteiro, os índices chegaram a 23.374 ocorrências. 

Além disso, dez mulheres foram vítimas de feminicídio em 2018, até o momento, conforme a SSPDS. 

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (7), dia em que a Lei Maria da Penha (11.340/06) completa 12 anos de existência. Sancionada em 7 de agosto de 2006, ela criou mecanismos para impedir a violência doméstica e de gênero. 

O caso que serviu de inspiração para a criação da lei foi o da farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes, que sofreu duas tentativas de assassinato pelo então marido, em 1983. 

Até junho de 2018, as cidades de Fortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte tinham mais de 500 mulheres atendidas pelo programa Ronda Maria da Penha, segundo o Tribunal de Justiça do Ceará. Elas são acompanhadas por nove equipes da Polícia Militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário