sexta-feira, 3 de agosto de 2018

CE visa vacinar 500 mil contra pólio e sarampo

Duas doenças atualmente ausentes no Ceará, mas que, ainda assim, exigem atenção, devem ganhar uma força-tarefa de combate: a partir de segunda-feira (6), tem início a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), todos os 2.345 postos de saúde distribuídos na Capital e no Interior já receberam as doses enviadas pelo Ministério da Saúde. A meta é imunizar, no mínimo, 483.724 crianças no Estado, o que corresponde a 95% dos 509.183 cearenses com idades de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias. 

Apesar da meta, como reforça a coordenadora de Imunizações da Sesa, Ana Vilma Leite, a ideia é que todo o público-alvo da Campanha seja imunizado. “É uma campanha indiscriminada: mesmo que já tenham sido vacinadas, 100% das crianças dessa idade precisam passar pelos postos de saúde. Quando protegemos a população infantil, protegemos também quem convive. É uma imunização coletiva”, aponta a gestora. 

A coordenadora municipal de Imunizações, Vanessa Soldatelli, reforça o alerta. “A orientação é vacinar todas as crianças, porque 5% delas, mesmo já tendo tomado, não desenvolvem os anticorpos. A Campanha foca na correção dessa falha. Sarampo e pólio são eliminadas no Ceará, mas os vírus continuam circulando no mundo. São duas doenças graves, que podem levar à morte ou deixar sequelas irreversíveis. Não dá para vacilar”, frisa Vanessa, contabilizando que “uma criança vacinada protege outras 11 não imunizadas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário