quarta-feira, 4 de julho de 2018

Baixa umidade do ar coloca cidades do Ceará em estado de alerta, avalia Funceme

Cidades do interior cearense entram em estado de alerta devido à baixa umidade do ar no início do julho, com previsão de tempo seco, céu predominantemente entre nublado e claro pelo menos até a próxima quinta-feira (5), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). 

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o ideal é que o índice de umidade fique em torno de 60%. Considerando o período de 24 horas entre esta segunda e terça-feira (2 e 3), observam-se valores em torno dos 30%, considerado nível de "atenção". Itapipoca, Sobral, Jaguaruana, Barbalha e Morada Nova registraram umidade relativa do ar mínima de 33% a 35%. As menores taxas ocorreram em Jaguaribe e Crateús, ambas com 28%. 

No sábado (30), os municípios de Crateús, Juazeiro do Norte e Jaguaribe apresentaram taxas classificadas pela OMS como atenção e alerta, já que atingiram 21%, 23% e 19%. No domingo (1º), foi registrado um leve aumento das taxas nestes municípios. Segundo o Núcleo de Meteorologia da Funceme, os índices mais baixos costumam ocorrer entre o período das 12h às 15h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário